14 de dezembro de 2017
Home

jan
14

Ricardo Amado Castillo, de Bia Consulting
Ricardo Amado Castillo, de Bia Consulting

Conferência da IAPC discute campanhas eleitorais na Era Digital – Parte 6

Como fazer com que “um mais um” seja igual a três, ou quatro, ou cinco?

Quero dizer, como transferir o prestígio de um presidente candidato à reeleição para os candidatos a deputado que estão com ele, gerar sinergia e ampliar o número de votos de seus apoiadores que concorrem ao Congresso Nacional, de modo a refletir o apoio que o presidente já tem junto à população?

Foi esse o desafio colocado ao consultor político Ricardo Amado Castillo, venezuelano radicado em Washington, na campanha de reeleição do presidente equatoriano Rafael Correa, realizada em fevereiro de 2013.

Castillo apresentou na 46ª Conferência da IAPC (sigla em inglês para Associação Internacional de Consultores Políticos, www.iapc.org ) as soluções encontradas para resolver o desafio de ampliar o número de deputados da base de sustentação de Rafael Correa, que havia sido eleito presidente concorrendo como independente e criara um partido, o Al ianza PAIZ, para disputar a reeleição.

Era preciso “colar”as imagens

Para Castillo, a chave do desafio estava em conseguir “colar” a boa imagem de Correa à sua chapa de candidatos a deputado. Esse “descolamento” de imagens é muito comum, por exemplo, no sistema eleitoral brasileiro. Se não for feito um trabalho de comunicação específico para juntar numa mesma “nuvem de significados” o presidente, seu partido e os candidatos a deputado que estão com ele, uma chapa que poderia eleger100 deputados federais, acabará elegendo, digamos, apenas 80.

Esse descolamento de imagens ficava claro quando comparamos a intenção de votos que Correa tinha (cerca de 50%), com a intenção de votos da soma de seus candidatos a deputado (25%). Era preciso encurtar essa brecha de 25 pontos.

Estratégia de consultores de Correa foi vitoriosa

Estratégia de consultores de Correa foi vitoriosa

“Uma das tarefas que tivemos”, diz o consultor venezuelano, “foi convencer a população de que não bastava reeleger Correa presidente. Era preciso também ampliar o numero de deputados que o apoiavam. Sem isso, mesmo reeleito o presidente teria menos força para continuar a fazer as mudanças e avanços que a maioria dos eleitores já apoiava”.

Um slogan simples e funcional

Essa decisão de colar as imagens, diz Castillo, foi executada através de peças publicitárias (como vídeos e folhetos) que reforçavam a ligação entre Correa e seus candidatos a deputado, e entre esses e o projeto de mudança que estava em curso. O slogan adotado pedia para que se votasse “Todo, todito” na lista do 35, o número do partido de Correa. E foi reproduzido em vídeos (http://www.youtube.com/watch?v=HxSN28 hVegE ) e material gráfico (abaixo).

A estratégia, aplicada ao longo de 10 meses, se mostrou certeira. Correa ampliou o número de parlamentares de sua base: de 51, num total de 124 deputados federais, saltou para 100, de um total de 137 cadeiras.

Como você imagina que podemos, no Brasil, garantir que os deputados tenham ao menos a mesma intenção de votos dos candidatos a presidente que eles apóiam?

 

 

Sobre o Justino Pereira


Jornalista, fez Mestrado em Marketing Político. Atua desde 1994 como Coordenador-Geral e de Comunicação e Marketing em campanhas para prefeito, vereador, deputado estadual e federal. Foi responsável por definir e implementar estratégias vencedoras em cerca de 30 campanhas. Também trabalhou como Gestor e Consultor nas áreas de Comunicação e Marketing e Planejamento Estratégico de Governo. Foi Coordenador-Geral de Publicidade da Capital paulista e secretário de Comunicação e de Governo de Guarulhos. É autor, junto com Elói Pietá, do livro-reportagem “Pavilhão 9 – O Massacre do Carandiru” (Editora Scritta).


Comente através do Facebook:



Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /var/www/html/campanhasemandatos.com.br/web/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273